Nas coisas leio sempre o teu nome:

Saudades serão sempre saudades até que se matem.

Sem comentários:

Enviar um comentário