Os homens mudam pouco, os portugueses, então, quase nada:

Portugal não é periférico porque o mundo é redondo.
Numa mesa redonda não há cabeceiras.

Antagonicamente, os portugueses, serão sempre uma circunferência fechada em si mesma.

Sem comentários:

Enviar um comentário