Antes da escuridão:

Em frente aos meus olhos, uns olhos tristes. Uma pessoa que me custa olhar. A realidade é triste. Triste vida. Triste de quem tem de olhar uns olhos tristes todos os dias. O avô dá-lhe a mão e ela descansa o olhar que tem um peso de querer atenção. A mãe e o pai fumam. A tia fala alto e sorri. 4 cafés e a conta, por favor. Uns óculos escuros e um caminho. A realidade é triste, uns olhos nunca mentem e uns óculos tapam sempre uma parte da nossa realidade. Não consigo deixar de pensar nos olhos mais tristes de que tenho memória. Revejo a minha vida - que sorte tenho eu! - os problemas estão comigo, as pessoas desaparecem mas nada detem os meus olhos felizes (nada nem ninguém).

Sem comentários:

Enviar um comentário