O método do dedo no ar devia ter alternativa:

Apontar não é feio e apontar para o céu tem uma dimensão simbólica bonita mas a questão é: pormos o dedo no ar, independentemente daquilo que não temos para dizer e quando, no fundo, está em causa quem é que foi o primeiro a por o dedo no ar e não tanto o que se distingue pela diferença das respostas. 
É isso, estamos a criar pequenos narcisistas ao invés gente autentica.

Sem comentários:

Enviar um comentário