Existem por detrás da cal:

Devia ser proibido pensar na morte enquanto se vive. Nós vivemos nesta ambivalência: eu a pensar no teu fim enquanto projeto o meu futuro. Tu a arquitetares a minha vida com a consciência que nunca a verás por inteiro. Quanto mais morres, mais feliz sou e essa é a condição mais pacifica de aceitar porque não me pedes menos que isso.
Um dia vais morrer e eu, que me habituei a ver a morte todos os dias, vou ser apanhada de surpresa. Depois vou achar que devíamos ter passado mais tempo juntas mas é mentira porque ainda hoje me disseste que vivo contigo todos os dias.


2 comentários:

  1. Obrigada pelas perguntas B. :) foram respondidas hoje!
    Acredita que mesmo que seja uma pessoa da tua família que não te dês bem, quando esse momento chegar, mesmo que vivas todos os dias que com ela, vais achar que todos os dias, são muito pouco.

    Beijinhos e agradecemos de novo!*

    ResponderEliminar
  2. Por acaso já aconteceu e não senti pena nenhuma.
    Vemo-nos no jantar :)

    ResponderEliminar